21 Dias - Período Final

Irmãos,

Estamos em um período de QUEBRANTAMENTO como Corpo de Cristo local - Comunidade Cristã Porto Alegre por 21 dias desde 08.02.2010 até o dia 28.02.2010.

A primeira semana (08 a 14.02) chamamos de SEMANA PARA TIRAR AS VESTES DA JUSTIÇA PRÓPRIA" - os TRAPOS DE IMUNDÍCIA.

A segunda semana (15 a 21.02) foi a SEMANA PARA ARRANCAR AS VENDAS DOS OLHOS E RECEBER O COLÍRIO QUE O SENHOR JESUS NOS DÁ PARA UNGIR OS OLHOS E ENXERGAR BEM".

A partir de amanhã iniciamos a terceira semana (22 a 28.02), que será a SEMANA PARA CIRCUNCIDAR O NOSSO CORAÇÃO E RETIRAR A ‘PELE’ QUE IMPEDE DE DISCERNIR ‘O NÍVEL DE AMOR’ QUE TEMOS REALMENTE POR JESUS E NOS POSSIBILITA CRESCER EM AMOR E FRUTIFICAR NELE”.

Após trabalharmos para viver dentro do sistema de justiça do Reino de Deus, recebemos o colírio para vermos como Jesus vê e vivermos pela fé, e agora vamos ‘trabalhar’ para circuncidar o nosso coração a ponto de perceber “onde realmente estamos em relação ao amor pelo Senhor” e nos prepararmos para avançar “no amor” até chegarmos à estatura de Cristo nesse amor por Ele.

Quero insistir com todos os irmãos a continuar separando um tempo para oração diária e para o jejum na segunda-feira e também em outros dias e horários, conforme o Senhor for mostrando a cada um. Na terça-feira estaremos reunidos das 6h às 7h da manhã, como temos feito todas as semanas, mesmo que eu e a Edmar não estejamos em Porto Alegre esta semana, mas a igreja de Cristo continua viva.

Esta CIRCUNCISÃO DO CORAÇÃO já iniciou no momento que cada um fez de Jesus o Senhor de sua vida, decidindo ‘arrancar as obras da carne’ de seu coração, mas agora estamos ‘avançando’ para desenvolver a nossa salvação, e precisamos crescer no discernimento do amor que temos pelo nosso Senhor. QUEBRANTAMENTO se relaciona com enxergar bem, tanto em relação à maneira como julgamos (justiça própria ou justiça de Deus), quanto à maneira como vemos o caminho à frente e objetivos (viver por vista ou pela fé), mas também quanto à maneira como ‘os olhos do nosso coração’ vêem, e precisamos enxergar melhor para não sermos enganados por nós mesmos.

O coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável. Quem é capaz de compreendê-lo? Eu sou o Senhor que sonda o coração e examina a mente, para recompensar a cada um de acordo com a sua conduta, de acordo com as suas obras.Jr. 17:9-10

Veja como Jesus tratou com o orgulho de Pedro (isso é quebrantamento!):

"Depois de comerem, Jesus perguntou a Simão Pedro: 'Simão, filho de João, você me ama mais do que estes?' Disse ele: 'Sim, Senhor, tu sabes que te amo'. Disse Jesus: 'Cuide dos meus cordeiros'. Novamente Jesus disse: 'Simão, filho de João, você me ama?' Ele respondeu: 'Sim, Senhor, tu sabes que te amo.' Disse Jesus: 'Pastoreie as minhas ovelhas'. Pela terceira vez, ele lhe disse: ‘Simão, filho de João, você me ama?’ Pedro ficou magoado por Jesus lhe ter perguntado pela terceira vez ‘Você me ama?’ e lhe disse: 'Senhor, tu sabes todas as coisas e sabes que te amo.' Disse-lhe Jesus: 'Cuide das minhas ovelhas.' Digo-lhe a verdade: 'Quando você era mais jovem, vestia-se e ia para onde queria; mas quando for velho, estenderá as mãos e outra pessoa o vestirá e o levará para onde você não deseja ir'. Jesus disse isso para indicar o tipo de morte com a qual Pedro iria glorificar a Deus. E então lhe disse: Siga-me!”Jo. 21:15-19

Ele perguntou 3 vezes se “Pedro O amava” (mais que os outros discípulos O amavam). A insistência (3 vezes) não era porque Jesus não sabia o que estava no coração de Pedro (Ele já havia ressuscitado e Sua onisciência estava completa), mas porque Pedro não se conhecia (não sabia o  quanto ‘O amava’). Tanto que Jesus já sabia o que iria acontecer a Pedro em seus últimos dias, inclusive sabia que Pedro O amaria muito mais, a ponto de entregar sua própria vida por Jesus, ou seja, Jesus sabia que Pedro iria crescer no amor, mas Pedro precisava se conhecer e identificar o nível de amor que ele tinha naquele momento, o que proporcionaria o seu crescimento durante a sua vida de perseverança.

Você O ama tanto quanto declara isto com a sua boca, em cânticos, orações, etc.? Se passasse pelo grau da provação de Pedro (quando Jesus estava sendo julgado e condenado), ficaria firme na posição de “morrer com Ele, se necessário’ ou O negaria como Pedro? Dizer é uma coisa, fazer é outra! Você se conhece o suficiente para ter coerência entre suas palavras, pensamentos e atitudes? Esta coerência tem a ver com A VERDADE.

Para que A VERDADE (Jesus) tenha plena liberdade em governar a minha vida, a ponto de viver em coerência plena, eu preciso da circuncisão do coração, para que eu saiba que nível de amor eu tenho por Jesus.

Esta semana precisamos buscar a circuncisão do coração para que possamos chegar ao QUEBRANTAMENTO que necessitamos para que Jesus seja realmente Senhor de nossas vidas, e assim possa produzir os frutos que Ele deseja que apareçam em nós – isso tem a ver com o serviço que desejamos realizar como parte de Seu CORPO e também com o nosso crescimento individual NELE.

Mais uma vez: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar! Invocai-o enquanto está perto!”Is. 55:6

Deus os abençoe!

Paulo Eril

Postagens mais visitadas deste blog

Festa dos Tabernáculos!