Seminário de Cura e Libertação


O propósito de Deus é que cada cristão, nascido de novo, desfrute da liberdade que Ele prometeu em Cristo Jesus, alcançando a “vida abundante” (Jo. 10:10b). Porém, muitos ainda apresentam barreiras, dificuldades e problemas na sua caminhada cristã.
O perfil da igreja mudou. Um alto percentual de pessoas que chegam nas igrejas vêm de lares destruídos. São vítimas de abandono, rejeição, tentativas de aborto, abuso sexual, feitiçaria, idolatria, bruxaria, etc. Precisamos nos ajustar a esta realidade, ou, caso contrário, na mesma proporção que as pessoas chegam na igreja, elas também permanecerão infrutíferas, problemáticas e acabarão saindo pela porta dos fundos. Existe uma luta desesperada para os pastores conseguirem manter firme um novo convertido, uma dificuldade maior ainda de transformá-lo num discípulo, e nem se fala no esforço de produzir um líder idôneo. Sem um bom trabalho de intercessão e libertação, o processo de santificação é paralisado e, em não poucas situações, é abortado. As igrejas estão intoxicadas de pessoas precisando de libertação.
Na prática, por vários motivos compreensíveis, os pastores não fazem o trabalho de libertação e encaminham seus membros aos poucos que atendem, ou simplesmente ignoram muitas das necessidades básicas de suas ovelhas. Muitos continuam sem libertação tentando sobreviver espiritualmente.
Durante esses Seminários, haverá não apenas um ensino consistente da Palavra de Deus, mas também um tempo de refrigério, quando cargas opressoras e ataduras espirituais serão rompidas. Será um tempo de cura, libertação, treinamento e unção do Espírito Santo.
O Senhor não virá para buscar uma igreja com rugas e manchas. Ele quer encontrar uma igreja limpa, vestida de justiça, renovada e sem mácula!
Os Seminários de Batalha Espiritual almejam promover a cura e a libertação dos participantes, bem como uma intercessão eficaz pela família, incentivar a unidade e o crescimento qualitativo da igreja, cooperando com a conquista de nossas cidades e gerar interdenominacionalmente uma rede informal de libertadores e guerreiros de oração que cooperam com o crescimento e a consolidação do Reino de Deus.
Nosso próximo Seminário (23 a 25.05) terá uma ênfase maior na QUEBRA DE MALDIÇÕES e anulação das influências externas, dentro de uma nova formatação, com uma liberdade para participação de pessoas mais novas na fé, com orações com toda a congregação presente e em pequenos grupos, e ministrações individuais.

Libertação não é lidar com demônios... é tratar com o pecado!

O processo de libertação é, além de expulsar os demônios, fechar as portas pelas quais eles entraram e por onde “poderiam voltar novamente”

Postagens mais visitadas deste blog

Festa dos Tabernáculos!